RECONCILIAÇÃO

O teu olhar distante
Revela a crueza da nossa verdade.
Sei que estás assim, desde a nossa separação.
Saibas que continuas dentro do meu coração,
E que são imensuráveis as minhas saudades.

Sei que gostas de mim
E tudo não passou de uma incompreensão.
Confesso o meu pecado por excesso do amor
Fui acometido de um ciúme doentio, assim,
O meu amor virou obsessão.

Acredito na tua lealdade,
Por isso, te proponho uma reconciliação,
Acredita nessas palavras ditas pelo meu coração,
Elas são lídimas expressões da verdade,
Quero que levem à tua alma emoção.

Quando voltarmos à nossa união,
Passaremos a ter uma vida de verdadeiro amor,
Sem desprezar os toques de loucura da paixão.
Viveremos aquela mesma vida de carinhos,

Se necessário, em descontrolada emoção.

(Tarcisio Costa)


Inicial
Poemas de P a T