SAÍ PELAS RUAS


Esperei-te, não vieste.
Meu coração
Não passou no teste.
Senti desilusão.

Veio a incerteza,
Em seguida, a tristeza...
Saí pelas ruas,
Atrás de notícias tuas...

Fiquei sozinho na praça
Do mundo da fantasia...
Olhei numa vidraça,
Lá, a vi os meus sonhos...

De olhos tristonhos,
Quase perdi a esperança.
Mas, a tua lealdade
Fluiu na minha lembrança...

Voltei ansioso,
Querendo-te perto de mim...
Ao chegar no ponto,
Estavas lá... Esperando por mim!

(Tarcisio Costa)


Inicial
Poemas de P a T