SORRISO DAS ESTRELAS

Estou a sentir alegria, desprezei a tristeza,
Meu mundo é a fantasia, amei, sonhei...
A beleza da magia daqueles olhos,
E a minha companhia.

Deixei para trás as dúvidas, enxergo na corola da rosa
A beleza, alegria e o amor daquela menina manhosa
Bonita, meiga e cheirosa
Como o perfume da flor.

Não gosto muito de pensar, há o bafejo mau da aridez,
Vejo a ilha do amor, assim, atrás de ares translúcidos,
Sinto com plena lucidez,
Estrelas sorrirem pra mim.

Nessa minha procura de paz, chego à Ilha da Felicidade.
As áureas transcendentais alimentam o meu sonhar
Com amor e, muito mais,
Aporto na brisa mansa.

Tudo para mim é esperança, era o que eu mais queria,
Até mesmo o silêncio da verdade, mistura-se ao ufano e à fantasia,
Não me libertei dos laços da agonia,
Que me envolve a saudade...


(Tarcisio Costa)


Inicial
Poemas de P a T