SOU POESIA

Sou poesia
Na cortina da aurora,
No eclodir do novo dia,
No oposto dos ponteiros
No soar da Ave Maria.

Sou Poesia
No voar do passarinho,
Na procura de um calor,
No aconchego do ninho.
Onde está o seu amor,

Sou Poesia
No embalo da ternura
No jardim, nas suas cores,
No sonho e na realidade,
No aroma das flores.

Sou poesia
Quando me encanta um flor
Na ausência que me dá saudade,
Quando me lembro do meu amor,
No segredo dos meus sonhos.

Sou poesia
Nas carícias da brisa,
Na cadência dos meus versos
Na tristeza, na dor, na alegria,
Nas minhas contradições,
No ritmo da poesia .


(Tarcisio Costa)


Inicial
Poemas de P a T