Hoje contemplei o teu retrato,
Vi, nele, expresso só ilusão...
Um suspiro nasceu do meu coração.
Por que pensar no impossível,
Se me causa tanta tristeza?

Sou incoerente, pois tenho certeza
De que entre ti e mim,
Perdura só uma louca fantasia...

Bem que eu queria
Que no direito de amar não houvesse discriminação,
Sei que não adiante insistir nessa ilusão,
Gostaria que não fosse assim...
Mas o que fazer,
Sinto-me, no amor um derrotado,
Essa é a minha realidade.

(Tarcisio Costa)


Inicial
Poemas de P a T