Quisera realizar os meus sonhos,
Percorrer o teu corpo incandescente,
acariciar as tuas sinuosidades,
deitar-te no meu regaço,
ver-te lânguida nos meus braços,
Ceder aos meus impulsos,
na hora de te amar.

Quisera, depois, te levar a um jardim,
respirar o cheiro da natureza,
e uma rosa olhar para mim...
E dizer, assim:
- Oferece-me ao teu amor...

(Tarcisio Costa)


Inicial
Indice de N a Z