UM CHEIRO

Um abraço aconchegante por traz
Um cheiro carinhoso no pescoço,
um sussurro, e eu, atento, ouço:
aquela doce voz, dizendo: cheira mais!

Eu digo: - por ti, estou quase louco.
Ela diz: - então, vem, eu quero mais
num sorriso seguido de ais,
ainda me diz: - é pouco!

Os corpos entram em estado de tentação,
segue-se um descontrole, um certo desleixo,
os corpos se unem num remelexo,
bate agitado e forte o coração.

Numa inter-relação, os corpos enroscam,
é a perda do sentido, é a convulsão,
é o pico do prazer. é a fascinação...
é próprio dos corpos que amam!

Nesse ambiente sonho e de realidade
escorrem sobre os corpos, rios de suor
quanto mais molhado, fica melhor...
isso ocorre na exaustão da ansiedade.

(Tarcisio Costa)

Inicial
Meus
Poemas 2