Hoje, cedo, visitei as flores do jardim,
O sol emprestava-lhes o seu calor.
Nesse ambiente terno, de amor,
Vi que elas olhavam para mim...

As flores eram acariciadas pelos colibris,
elas se confundiam com as borboletas
que tinha as mesmas cores,
mas, somente elas eram beijadas
pelo beija-flores...

Naquele paradisíaco ambiente,
parei para refletir, ante tanta beleza.
Num cenário desses, a gente sente
o quão poeta é do Criador,
que, ao projetar a natureza,
não se esqueceu da flor.

(Tarcisio Costa)


Inicial
Indice de N a Z